terça-feira, 25 de agosto de 2015

H&M - Global Change Awards com entrega de 1 Milhão de Euros



A H&M Conscious Foundation entrega uma bolsa de 1 milhão de euros a iniciativas inovadoras que fechem o ciclo têxtil no mundo da moda

A H&M Conscious Foundation lança o Global Change Award. Esta iniciativa é uma iniciativa pioneira no sector da moda e constitui um dos principais desafios mundiais em potenciar as primeiras etapas na inovação. Servir de catalisador de ideias ecológicas e inovadoras permite fazer frente ao desafio de proteger os recursos naturais da terra, fechando o ciclo têxtil da moda.

Cinco vencedores, escolhidos por um júri de experts, partilharão uma bolsa de um milhão de euros e terão acesso a soluções que impulsionem a inovação. A opinião pública mundial receberá um convite para votar online e distribuir a metade restante da bolsa. O resultado dar-se-á a conhecer numa grande cerimónia que será celebrada em Estocolmo, em fevereiro de 2016.

"A pergunta que se faz no mundo da moda já não é qual é o new black senão que ideias inovadoras podem fechar o ciclo de vida têxtil da moda? O Global Change Award procura ideias revolucionárias para proteger os recursos naturais. Entusiasma-me fazer parte desta iniciativa”, comenta Rebecca Earley, catedrática no desenvolvimento sustentável da industria têxtil e do design de moda na Universidade das Artes em Londres, diretora do centro de investigação sobre têxteis futuros e membro do júri do Global Change Award.

A H&M Conscious Foundation é uma fundação global sem fins lucrativos, financiada pela familia de Stefan Persson, fundadores e principais proprietários da cadeia de moda sueca H&M. A fundação trabalha no sentido de introduzir mudanças positivas e duradouras que melhorem as condições de vida mediante investimentos em pessoas, comunidades e ideias inovadoras. O Global Change Award enfrenta um dos maiores desafios da industria da moda: criar moda para uma população crescente reduzindo o impacto meio ambiental. Nem a fundação, nem a H&M exercerão os seus direitos de igualdade ou propriedade inteletual sobre as inovações.

"Uma ideia inovadora que suponha uma mudança radical pode surgir em qualquer parte. É um desafio aberto a todos. A ambição anual do Global Change Award é identificar ideias atrevidas e audazes que possibilitem a mudança. Ainda assim, sinto-me impaciente por ver como a industria da moda no seu global enfrentará o desafio de fechar o ciclo têxtil”, comenta Karl-Johan Persson, membro do quadro diretivo da H&M Conscious Foundation e CEO da H&M.
O acelerador da inovação, uma colaboração com a Accenture e o Real Instituto de Tecnología de Estocolmo (KTH), oferecerá apoio aos cinco vencedores e facilitar-lhes-á os conhecimentos necessários para atualizar as suas ideias. O primeiro passo será um acampamento de formação em Estocolmo dirigido pelo KTH Innovation, seguido por sessões de assessoramento a cargo da Accenture Strategy sobre como desenvolver as ideias vencedoras. Isto inclui um programa de formação e preparação de um ano, centrado na economia circular.

Mesmo assim, o acelerador da inovação proporcionará um acesso exclusivo à industria e oferecerá a possibilidade de criar redes e colocar à prova, as ideias na cadeia de valor da moda.
Em www.globalchangeaward.com encontrará mais informação relativa ao Global Change Award, novidades do projeto e o procedimento para solicitar a bolsa.

NOTAS PARA OS EDITORES
Membros do júri
  •   Dr. Michael Braungart: catedrático “Cradle to Cradle for Innovation and Quality” na Universidade Erasmus de Rotterdam; catedrático na Universidade Leuphana de Lüneburg e diretor científico da EPEA em Hamburgo.
  •   Cat. Rebecca Earley: catedrática no desenvolvimento sustentável da industria têxtil e do design de moda na Universidade das Artes de Londres e diretora do Centro de investigação sobre têxteis futuros (TFRC).
  •   Sra. Eva Kruse: diretora geral do Instituto Dinamarquês da Moda e diretora geral da Semana da Moda de Copenhague.
  •   Prof. Johan Rockström: diretor do Centro de Resistência de Estocolmo (SRC) e catedrático em ciências meio ambientais com ênfase nos recursos hídricos e na sustentabilidade global da Universidade de Estocolmo.
  •   Sr. Ellis Rubinstein: presidente e diretor geral da Academia de Ciências de Nova Iorque.
  •   Sra. Amber Valletta: supermodelo, atriz e empresária.
  •   Sr. Ma Jun: diretor do instituto de assuntos externos e meio ambientais da China.
  •   Sra. Franca Sozzani: chefe de redação da Vogue Italia.
Datas chave
25-08-2015
31-10-2015 01-02-2016
07-02-2016 10-02-2016
Lançamento do primeiro Global Change Award e abertura do período de inscrição no www.globalchangeaward.com. Hashtag #gca2015.
Termina o periodo de candidaturas.


Anuncio dos cinco vencedores escolhidos por um júri de
experts. Todos os vencedores receberão 100.000€. A opinião pública mundial receberá um convite para votar online e distribuir a metade restante da bolsa.
Termina o prazo de votação online. Metade da bolsa será distribuída entre os cinco vencedores.
O resultado da votação será apresentado numa cerimónia de entrega de prémios em Estocolmo (Suecia).


Fecho do ciclo de vida têxtil e economia circular
Num mundo onde os recursos são cada vez mais limitados e os desafios meio ambientais crescem, um foco circular representa uma volta radical. Isto consiste em passar de uma produção linear (“extrair, fabricar, eliminar”) e dos tradicionais modelos de consumo para um modelo em que os produtos e recusdos são desenhados para terem mais de uma vida. Fechar o ciclo de vida têxtil significa encontrar novos interesses em toda a cadeia de valor do sector; uma mudança no modo como os produtos são desenhados, produzidos, transportados, comprados, utilizados e reciclados.
A teoria relativa da economia circular pode constituir a principal revolução na economia mundial em 250 anos. Desafia as empresas a reconsiderar os seus modelos de negócio e a sua relação com os clientes para que o seu crescimento não se baseie num uso descartável dos recursos naturais e limite o impacto negativo no meio ambiente. Este conceito cria novas oportunidades de negócio e vantagens competitivas indiscutíveis. 



by ANU